sábado, 18 de setembro de 2010

Às vezes, os disfarce se vai



Eu realmente sinto o que ninguém entende.

Nenhum comentário: